Philippe Starck

PHILIPPE STARCK

Único designer a ter alcançado o “status de um rockstar”, Philippe Starck é um gênio é um gênio submergido em igual medida por elogios e polêmicas. Moderno, porém, desconfiado do progresso, cauteloso “self promoting”, apesar de desprezar os jornais, Starck construiu um império do design sobre uma base de fértil contradição. De fato, o design de Philippe Starck atravessa gêneros diversos e desafia todas as classificações tradicionais: dos hotéis chiques, de Nova Iorque, às escovas de dente. Segundo Stark, a criação dos belos objetos e estruturas é apenas um subproduto potencial da sua mais alta missão de criar um design honesto e “amoroso”, que respeite os usuários.

MODERN

Em 1989, Philippe Starck criou a primeira coleção assinada de móveis profissionais para salões de cabeleireiro. A partir desta data histórica, o modo de conceber o Beauty Design foi radicalmente modificado. Não se tratava mais simplesmente de poltronas ou espelhos, mas de obras de arte contemporâneas. Elementos de um sistema no qual cada componente possui uma alma, que restituem aos salões a sua vocação principal, qual seja, a de um lugar de encontro entre um Criativo e a sua Cliente. Desde 1989, Philippe Starck assinou mais três coleções completas para a PresenceParis, tornando-se um grande clássico do Beauty Design, reconhecido em todo o mundo.

Modern

CLASSIC

A primeira colaboração foi em 1988, com Starck que criou a linha “Classic”, a primeira meta no mundo do design alcançada pela Maletti, primeira empresa do mundo no setor dos salões que propôs o binômio BEAUTY-DESIGN. Sobriedade clássica e rigor moderno são as características que a distinguem. O impulso para a inovação de produtos e processos, sustentado pela idea de que arte e tecnologia são inseparáveis, criou esta coleção, que mudou fundamentalmente a maneira de conceber o Beauty Design. Não apenas simples poltronas e bancadas, mas verdadeiras obras de arte contemporânea.

Classic